"Sendo a última profissão romântica, a Medicina será sempre de melhor Qualidade
quando praticada por homens de cultura",João Cid dos Santos
Pagina PrincipalAjudaContactos Idioma Ingl�s > em prepara��o Idioma Portugu�s Tamanho de Letra Reduzido Tamanho de Letra Aumentado
   
  Portugal, Quinta-Feira, 25 de Agosto de 2016
14:14:08
» Be Well – Global Health Conference, 1 de outubro      » Destaques de legislação - Alteração ao Acordo coletivo da carreira especial médica      » Recomendaçoes à populaçao em caso de incêndio      » Estudo sobre burnout nos médicos em Portugal      » Jornadas de Pneumologia Entre Douro e Vouga      » Simpósio Nacional SPO 2016, 17 a 19 de novembro     
 
Protocolo AXA
 

Novidades

» Especialização em MGF ou Psiquiatria em Inglaterra – candidatura até 25 de agosto


rede EURES (no âmbito da cooperação entre Portugal e Reino Unido) está a divulgar a seguinte oportunidade: foram abertas candidaturas para especialização em MGF e Psiquiatria no Reino Unido (no âmbito de projeto do NHS), dirigido a médicos recém-graduados. A data limite de candidaturas é esta 5ª feira, 25 de agosto de 2016 (até às 15h). Mais informação AQUI.


 
» Comunicado: Despesas públicas em Saúde e Orçamento do Estado para 2017


Divulgamos AQUI o comunicado em que a Ordem dos Médicos, "em nome da defesa da Qualidade do SNS, em representação dos cidadãos portugueses e como Provedora dos Doentes, particularmente dos mais pobres, e em respeito pelo artº 64º da Constituição Portuguesa, vem apelar a todos os partidos representados na Assembleia da República e desafiá-los para que exijam que o Orçamento Geral do Estado (OGE) para 2017 destine para as despesas públicas em Saúde uma verba correspondente a 6,5% do PIB, um valor sobreponível à média dos países da OCDE". A OM alerta que "se algum partido aprovar um OGE para 2017 que contemple uma verba para o SNS inferior àquele valor, estará a contribuir para a fragilização do SNS e para agravar as condições de assistência em saúde à população e incumprirá a Constituição, pelo que não poderá nunca afirmar que defende o SNS e que se preocupa com a saúde dos portugueses, particularmente dos cidadãos mais desfavorecidos".


 
» CALENDÁRIO ELEITORAL - TRIÉNIO 2017/2019


Realiza-se no dia 19 de Janeiro de 2017 a primeira volta da eleições para os órgãos diretivos da Ordem dos Médicos. Divulgamos aqui o calendário eleitoral completo, aprovado pelo Conselho Nacional.


 

Notícias

Reunião da secção de cirurgia da UEMS decorre em Lisboa

A reunião da secção de cirurgia da UEMS vai decorrer em Lisboa (na OM), nos dias 30 de setembro e 1 de outubro. Divulgamos AQUI o respectivo programa. Destacamos que, para a reunião de dia 30/9, estão convidados todos os directores de serviço do país, um facto inédito. Está confirmada a presença de Manuel Delgado, do Secretário de Estado da Saúde.

 
33º Fórum Médico Internacional Sino-Luso, em setembro no Porto

Realiza-se nos dias 3 e 4 de setembro de 2016 o 33º Fórum Médico Internacional Sino-Luso, que vai ter lugar no Porto, na Ordem dos Médicos.


Todos os pormenores do evento, nomeadamente o programa, estão disponíveis em https://www.skyros-congressos.pt/sinoluso/. A inscrição deve ser formalizada até ao dia 26 de agosto.

 
Eleições - Subespecialidade Oncologia Pediátrica, Competências de Geriatria, Medicina Paliativa e Medicina do Sono

Anexamos o calendário eleitoral aprovado pelo Conselho Nacional para a Subespecialidade de Oncologia Pediátrica e para as Competências de Geriatria, Medicina Paliativa e Medicina do Sono. As eleições realizam-se no dia 28 de Outubro de 2016.

 
 
 
Seminário sobre Planeamento em Saúde, 28 e 29 de novembro no IHMT
 

O Instituto de Higiene e Medicina Tropical da Universidade NOVA de Lisboa encontra-se a organizar um Seminário sobre Planeamento em Saúde, que se realiza nos dias 28 e 29 de novembro, no Instituto. A iniciativa tem como objetivo dar resposta a uma necessidade de aprofundamento deste tema, sentida quer no ambiente académico, quer no meio político e técnico. Por outro lado, visa analisar e comparar experiências de planeamento da saúde em diferentes contextos políticos, económicos e sociais. Mais informação aqui.

Revista Portuguesa de Farmacoterapia - consulta gratuita
 

A Revista Portuguesa de Farmacoterapia já se encontra disponível para consulta gratuita e submissão de artigos, mediante inscrição, no site: http://revista.farmacoterapia.pt/index.php/rpf

 
 
     
 
O trabalho temporário é um dos maiores flagelos que atingiu (deliberadamente) o SNS nos últimos anos, desarticulando muitos serviços, particularmente os serviços de urgência de muitos hospitais, que deixaram de ser essencialmente assegurados por médicos com vínculo à instituição para passarem a ser entregues a empresas fornecedoras de mão de obra barata e muito mal qualificada (...)

 
  Be Well – Global Health Conference, 1 de outubro  
   


Save de date: 1 de outubro é a data da realização da Be Well – Global Health Conference. Mais informação AQUI.


 
  Destaques de legislação - Alteração ao Acordo coletivo da carreira especial médica  
   


Destacamos a publicação de alterações (que anexamos) ao Acordo coletivo da carreira especial médica: Aviso n.º 9746/2016 - Alteração ao Acordo coletivo da carreira especial médica - "Cláusula 41.ª - 4 - No caso de trabalhadores médicos com funções assistenciais, sempre que devam exercer a sua atividade por mais de oito horas num período de vinte e quatro horas em que executem trabalho noturno durante todo o período referido no n.º 1, fica garantido, um descanso compensatório obrigatório, com redução do período normal trabalho semanal, no período de trabalho diário imediatamente seguinte, correspondente ao tempo de trabalho que, nas vinte e quatro horas anteriores, tiver excedido as oito horas."



Aviso n.º 9745/2016 - Deliberação da Comissão Paritária - "«Do n.º 4 supratranscrito decorre que sempre que o trabalhador médico, com funções assistenciais, execute trabalho noturno durante todo o período compreendido entre as 22 horas de um dia e as sete horas do dia seguinte, ser-lhe-á assegurado um descanso compensatório. Este descanso compensatório terá lugar nas 24 horas posteriores ao fim da prestação de trabalho noturno e corresponde ao tempo de trabalho que, nas vinte e quatro horas anteriores, tiver excedido oito horas."



Toda a legislação com interesse para os médicos pode ser consultada neste site.


 
Pesquisa
 
 
BioBanco-IMM
Protocolo Santander-Totta
Acta Médica Portuguesa
 
© 2006-2009 Ordem dos Médicos. Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser copiado, publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Desenvolvido por Novos Domínios.com, S.A.
 
 
Pagina Principal