"Sendo a última profissão romântica, a Medicina será sempre de melhor Qualidade
quando praticada por homens de cultura",João Cid dos Santos
Pagina PrincipalAjudaContactos Idioma Ingl�s > em prepara��o Idioma Portugu�s Tamanho de Letra Reduzido Tamanho de Letra Aumentado
   
  Portugal, Terça-Feira, 26 de Setembro de 2017
10:36:38
» Prémio João Lobo Antunes - candidaturas até 20 de outubro      » Ingresso no Internato Médico - PNS 2018      » Entrevista dada pelo Médico Dr. António Gentil Martins: resposta a quem manifestou a sua opinião junto da OM      » Regulamento do concurso de fotografia digital da OM - 2018      » XXIII Jornadas de Cardiologia de Santarém, 21 e 22 de setembro      » Cursos breves de pós-graduação do Centro de Direito Biomédico, 2017/2018     
 
Protocolo AXA
 

Notícias

» Estudo da caracterização da terapêutica para a perturbação de hiperatividade e défice de atenção

A PHDA é a perturbação de desenvolvimento mais diagnosticada na infância, afetando crianças em idade escolar podendo estender-se à idade adulta. Esta perturbação caracteriza-se por um padrão persistente de falta de atenção e/ou impulsividade (hiperatividade) e tem implicações negativas no desenvolvimento individual afetando a capacidade de relacionamento familiar e social (escolar e/ou laboral). Dado que se desconhece a realidade da Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção (PHDA) no nosso país quanto à prevalência, perfil terapêutico e segurança do uso dos medicamentos, a Unidade de Farmacovigilância de Setúbal e Santarém da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa e o Centro de Apoio ao Desenvolvimento Infantil estão a desenvolver um estudo destinado a avaliar: o tratamento da PHDA; o impacto da PHDA na família; a segurança da terapêutica. Para que os familiares dos doentes possam preencher o questionário online divulgamos AQUI o acesso ao questionário e instruções de preenchimento.

 
» Médico(a) oftalmologista - projeto de voluntariado (cerca de 3 semanas) em Maputo/Moçambique

Em anexo, os Termos de Referência​ (TdR)​ deste posto, no qual é possível​ obter as as respostas ​para quaisquer perguntas. ​Importa referir que não há uma data de partida estanque, isto é, dependerá da disponibilidade do​(a)​ voluntário​(a)​. Articular e adaptar-se-ão agendas, mesmo sendo esta uma necessidade real e premente.


​Para um melhor enquadramento convém esclarecer que estamos perante um projecto de colaboração da Associação Ser Mais Valia (https://sermaisvalia.org/) com a Associação Moçambicana Pro Idoso​, sendo todos os cargos inerentes à missão integralmente suportados por estas, conforme TdR.

 
» Prémio João Lobo Antunes - candidaturas até 20 de outubro


A Santa Casa da Misericórdia de Lisboa lança o Prémio João Lobo Antunes, em reconhecimento da excelência e do humanismo do médico, neurocirurgião e cientista, considerado uma das figuras mais marcantes da saúde, da ciência e da investigação biomédica em Portugal. O período de candidatura decorre de 5 de setembro a 20 de outubro de 2017. Mais informação (formulários, aviso de abertura de concurso e documentos essenciais à candidatura) AQUI.


 
 
» Comemorações dos 25 anos da transplantação hepática em Coimbra

A Unidade de Transplantação Hepática Pediátrica e de Adultos do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra e a Secção Regional do Centro da Ordem dos Médicos assinalam os 25 anos da transplantação hepática em Coimbra através da organização de uma exposição temática e  de um ciclo de conferências, ambos com início no dia 23 de setembro de 2017. Divulgamos o programa completo AQUI.

 
» Reunião Geral de Médicos 2017 - CONVOCATÓRIA

Realizou-se no dia 19 de setembro a primeira reunião geral de médicos na sequência desta convocatória, na qual participaram, a convite da Ordem dos Médicos, representantes do SIM, da FNAM e de várias associações, entre as quais a Associação Nacional de Médicos de Saúde Pública. Numa das suas intervenções, Miguel Guimarães, bastonário da Ordem dos Médicos, realçou a importância dos médicos transmitirem as suas preocupações e expectativas quanto às estruturas representativas para que Ordem e Sindicatos possam defender posições fundamentadas no sentir dos médicos. "Neste momento todos nós sentimos que o Ministério da Saúde e o Governo não respeitam o nosso trabalho e dedicação", frisou. Apelando à união dos médicos, Miguel Guimarães explicou que a OM não tem funções sindicais mas preocupa-se e negoceia, como é seu dever estatutário, questões relacionadas com a qualidade da medicina, com a formação e as carreiras, elemento estruturante do nosso Serviço Nacional de Saúde. Da parte dos sindicatos, Roque da Cunha (SIM) e Mário Jorge Neves (FNAM) explicaram a dificuldade em negociar com um Ministério que numa reunião chega a acordo e na seguinte retrocede e, mesmo recusando "estados de alma" otimistas ou pessimistas, os sindicatos não vislumbram que das próximas reuniões com o Ministério possam sair resultados positivos em reivindicações essenciais como a redução de 200 para 150 horas extraordinárias anuais obrigatórias (à semelhança do que é regra para a restante função pública), a redução de 18 para 12 horas seguidas de urgência ou a redução da lista de utentes dos médicos de família. Realizou-se dia 20 a segunda reunião, em Coimbra.


A Ordem dos Médicos vai ainda realizar em setembro Reuniões Gerais de Médicos no dia 25 no Porto e em algumas subregiões, para analisar com todos os colegas interessados o ponto da situação sobre as negociações entre o Ministério da Saúde e as estruturas representativas dos médicos; Identificação e análise de questões prioritárias e perspectivas de soluções a curto prazo; Análise e discussão sobre as deficiências e insuficiências do SNS; Estratégia a implementar para alcançar objectivos. Aceda AQUI à convocatória em que se faz o enquadramento destas reuniões para as quais os Sindicatos e outras estruturas médicas foram convidados para também estarem presentes. O momento na Saúde é difícil. O seu contributo e a sua presença são muito importantes. Não deixe de aparecer. Contamos consigo.

 
» Candidatura a Prémio em Saúde Pública e Epidemiologia Clínica

A partir de 11 de setembro estão abertas as candidaturas à 7ª Edição do Prémio SCML / MSD em Saúde Pública e Epidemiologia Clínica, uma distinção da Sociedade das Ciências Médicas de Lisboa (SCML) que conta com o apoio da MSD. 


•Projetos podem ser submetidos até dia 13 de outubro de 2017;  •Iniciativa pretende dinamizar a investigação em Ciências da Saúde;  •Prémio no valor de 20 mil euros. Mais informação AQUI.

 
» Abertura Procedimento Concursal | Categoria de assistente


Divulgamos AQUI a informação da ACSS relativa à abertura do procedimento concursal conducente ao recrutamento de pessoal médico para a categoria de assistente, da área de medicina geral e familiar — carreira especial médica e carreira médica dos estabelecimentos de saúde com a natureza jurídica de entidade pública empresarial integrados no Serviço Nacional de Saúde.


 
» Ingresso no Internato Médico - PNS 2018


Informamos que, por despacho do Secretário de Estado da Saúde de 11 de maio, a bibliografia para a Prova Nacional de Seriação - Internato Médico 2018 será a 19ª Edição do Harrison's Principles of Internal Medicine, na versão impressa.


 
 
 
© 2006-2009 Ordem dos Médicos. Todos os direitos reservados. O conteúdo não pode ser copiado, publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído sem prévia autorização. Desenvolvido por Novos Domínios.com, S.A.
 
 
Pagina Principal